Carregando música...

AGORA NA RÁDIO AGORA NA RÁDIO

Câmera AntenaMix Câmera AntenaMix

ANUNCIE AQUI ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI ANUNCIE AQUI

SIGA AS REDES SOCIAIS ANTENA MIX SIGA AS REDES SOCIAIS ANTENA MIX

WhatsAppYouTube

entrevistas/13 entrevistas/13

“Homens e mulheres morreram para minha geração chegar até aqui”, diz missionário

Com 22 anos, William Barth, serve voluntariamente como assessor do CACEMAR (Centro de Acolhimento Casa Esperança e Missão Refúgio). A ONG atua em Burkina Faso, na África, desenvolvendo projetos humanitários com meninos escravizados pela cultura islâmica. William foi o idealizador do projeto ...

“Homens e mulheres morreram para minha geração chegar até aqui”, diz missionário

Com 22 anos, William Barth, serve voluntariamente como assessor do CACEMAR (Centro de Acolhimento Casa Esperança e Missão Refúgio). A ONG atua em Burkina Faso, na África, desenvolvendo projetos humanitários com meninos escravizados pela cultura islâmica. William foi o idealizador do projeto ...

“Homens e mulheres morreram para minha geração chegar até aqui”, diz missionário

Com 22 anos, William Barth, serve voluntariamente como assessor do CACEMAR (Centro de Acolhimento Casa Esperança e Missão Refúgio). A ONG atua em Burkina Faso, na África, desenvolvendo projetos humanitários com meninos escravizados pela cultura islâmica. William foi o idealizador do projeto ...

“Homens e mulheres morreram para minha geração chegar até aqui”, diz missionário

Com 22 anos, William Barth, serve voluntariamente como assessor do CACEMAR (Centro de Acolhimento Casa Esperança e Missão Refúgio). A ONG atua em Burkina Faso, na África, desenvolvendo projetos humanitários com meninos escravizados pela cultura islâmica. William foi o idealizador do projeto ...

“Homens e mulheres morreram para minha geração chegar até aqui”, diz missionário

Com 22 anos, William Barth, serve voluntariamente como assessor do CACEMAR (Centro de Acolhimento Casa Esperança e Missão Refúgio). A ONG atua em Burkina Faso, na África, desenvolvendo projetos humanitários com meninos escravizados pela cultura islâmica. William foi o idealizador do projeto ...

“Homens e mulheres morreram para minha geração chegar até aqui”, diz missionário

Com 22 anos, William Barth, serve voluntariamente como assessor do CACEMAR (Centro de Acolhimento Casa Esperança e Missão Refúgio). A ONG atua em Burkina Faso, na África, desenvolvendo projetos humanitários com meninos escravizados pela cultura islâmica. William foi o idealizador do projeto ...

“Homens e mulheres morreram para minha geração chegar até aqui”, diz missionário

Com 22 anos, William Barth, serve voluntariamente como assessor do CACEMAR (Centro de Acolhimento Casa Esperança e Missão Refúgio). A ONG atua em Burkina Faso, na África, desenvolvendo projetos humanitários com meninos escravizados pela cultura islâmica. William foi o idealizador do projeto ...

“Homens e mulheres morreram para minha geração chegar até aqui”, diz missionário

Com 22 anos, William Barth, serve voluntariamente como assessor do CACEMAR (Centro de Acolhimento Casa Esperança e Missão Refúgio). A ONG atua em Burkina Faso, na África, desenvolvendo projetos humanitários com meninos escravizados pela cultura islâmica. William foi o idealizador do projeto ...

“Homens e mulheres morreram para minha geração chegar até aqui”, diz missionário

Com 22 anos, William Barth, serve voluntariamente como assessor do CACEMAR (Centro de Acolhimento Casa Esperança e Missão Refúgio). A ONG atua em Burkina Faso, na África, desenvolvendo projetos humanitários com meninos escravizados pela cultura islâmica. William foi o idealizador do projeto ...

“Homens e mulheres morreram para minha geração chegar até aqui”, diz missionário

Com 22 anos, William Barth, serve voluntariamente como assessor do CACEMAR (Centro de Acolhimento Casa Esperança e Missão Refúgio). A ONG atua em Burkina Faso, na África, desenvolvendo projetos humanitários com meninos escravizados pela cultura islâmica. William foi o idealizador do projeto ...

“Homens e mulheres morreram para minha geração chegar até aqui”, diz missionário

Com 22 anos, William Barth, serve voluntariamente como assessor do CACEMAR (Centro de Acolhimento Casa Esperança e Missão Refúgio). A ONG atua em Burkina Faso, na África, desenvolvendo projetos humanitários com meninos escravizados pela cultura islâmica. William foi o idealizador do projeto ...

“Homens e mulheres morreram para minha geração chegar até aqui”, diz missionário

Com 22 anos, William Barth, serve voluntariamente como assessor do CACEMAR (Centro de Acolhimento Casa Esperança e Missão Refúgio). A ONG atua em Burkina Faso, na África, desenvolvendo projetos humanitários com meninos escravizados pela cultura islâmica. William foi o idealizador do projeto ...

“Homens e mulheres morreram para minha geração chegar até aqui”, diz missionário

Com 22 anos, William Barth, serve voluntariamente como assessor do CACEMAR (Centro de Acolhimento Casa Esperança e Missão Refúgio). A ONG atua em Burkina Faso, na África, desenvolvendo projetos humanitários com meninos escravizados pela cultura islâmica. William foi o idealizador do projeto ...

“Homens e mulheres morreram para minha geração chegar até aqui”, diz missionário

Com 22 anos, William Barth, serve voluntariamente como assessor do CACEMAR (Centro de Acolhimento Casa Esperança e Missão Refúgio). A ONG atua em Burkina Faso, na África, desenvolvendo projetos humanitários com meninos escravizados pela cultura islâmica. William foi o idealizador do projeto ...

“Homens e mulheres morreram para minha geração chegar até aqui”, diz missionário

Com 22 anos, William Barth, serve voluntariamente como assessor do CACEMAR (Centro de Acolhimento Casa Esperança e Missão Refúgio). A ONG atua em Burkina Faso, na África, desenvolvendo projetos humanitários com meninos escravizados pela cultura islâmica. William foi o idealizador do projeto ...